domingo, 14 de janeiro de 2018

Por Que Andar de Modo Digno do Senhor? - 07/01/2018

     Sermão proferido pelo Pr. Edson Rosendo, do púlpito da Igreja Batista da Graça em Caruaru, no domingo 07/01/2018.

OUVIR ou BAIXAR

Esboço da Pregação
Tema: Por Que Andar de Modo Digno do Senhor?
Texto base: Efésio 4:1-6


     1) Porque é requerido (v.1, 3);
     2) Porque reflete o caráter do Senhor (v.2);
     3) Porque honra a trindade santa (v.4-6)

__________________________________

PORQUANTO, PARA MIM, O VIVER É CRISTO, E O MORRER É LUCRO. (Filipenses 1.21)
     O crente não vivia sempre para Cristo. Ele começou a viver somente depois que o Espírito Santo o convenceu do pecado e, pela graça, o fez ver o Salvador que morreu e fez propiciação pela culpa dele. 
     Desde o momento do novo e celestial nascimento, o homem começa a viver para Cristo. Jesus é para o crente a pérola de grande valor, e por amor a Ele desejamos abandonar tudo o que temos. O Senhor Jesus conquistou nosso coração, que agora pulsa somente para Ele. Para glória dele, devemos viver. Em defesa do evangelho, devemos morrer. O Senhor Jesus é o padrão de nossa vida e o modelo segundo o qual devemos moldar nosso caráter. Estas palavras do apóstolo Paulo significam mais do que muitos homens pensam. Elas nos dizem que Cristo era o alvo e o objetivo da vida de Paulo. 
     Nas palavras de um antigo crente, Paulo comia, bebia e dormia a vida eterna. O Senhor Jesus era a própria respiração do apóstolo, a alma de sua alma, o coração de seu coração, a vida de sua vida. Você pode dizer, como alguém que professa ser crente, que sua vida corresponde à de Paulo? Pode dizer com sinceridade que para você o viver é Cristo? Em seus negócios, você vive para Cristo ou trabalha a fim de engrandecer a si mesmo e trazer vantagem à família? Você pergunta: “Viver para Cristo é essencial”? Para o crente é. Se um crente professa viver para Cristo, como ele pode viver para outro objeto, sem cometer adultério espiritual? Muitos cumprem este princípio em certa medida mas, quem ousa dizer que tem vivido totalmente para Cristo, como Paulo viveu? Mesmo assim, somente esta é a verdadeira vida cristã – sua origem, seu sustento, seu padrão e sua finalidade. 
     A vida cristã resume-se em uma palavra: Jesus. Senhor, aceita-me. Apresento-me, suplicando que possa viver somente em Ti e para Ti. Deixe-me ser como o touro que fica entre o arado e o altar. Que meu lema seja: “Pronto para o trabalho ou para o sacrifício”. (C. H. Spurgeon)

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Como Orar Pela Igreja de Modo Maduro - 31/12/2017

     Sermão proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevedo, do púlpito da Igreja Batista da Graça em Caruaru, no domingo, Dia do Senhor, 31/12/2017.

OUVIR ou BAIXAR


Esboço da Pregação:
Tema: Como Orar Pela Igreja de Modo Maduro
Texto Base: Efésios 3;14-21


          1) Orando com respeito ao cuidado pessoal de cada crente;
          2) Orando com respeito à vida coletiva;
          3) Orando com respeito à relação do crente com Jesus.

______________________________________________

Reflexão:
NO ÚLTIMO DIA, O GRANDE DIA DA FESTA, LEVANTOU-SE JESUS E EXCLAMOU: SE ALGUÉM TEM SEDE, VENHA A MIM E BEBA. (JOÃO 7.37)

     A perseverança teve a sua obra perfeita na pessoa do Senhor Jesus. Até ao último dia da festa, Ele apelou aos judeus. Neste último dia do ano, o Senhor Jesus nos dirige seu apelo e espera para se mostrar gracioso para conosco. 
     A longanimidade de nosso Senhor é admirável em tolerar alguns de nós, ano após ano, apesar de nossas provocações, rebeldias e resistência ao seu Espírito Santo. Maravilha das maravilhas é o fato de que ainda estamos na terra da misericórdia. O Senhor Jesus nos exorta à reconciliação com Deus. 
     Quão profundo tem de ser o amor que fez o Senhor chorar pelos pecadores. Com certeza, diante o clamor dessa chamada, o nosso coração virá espontaneamente. Tudo o que o homem necessita para satisfazer a sede de sua alma já foi providenciado. Embora a alma esteja completamente sedenta, o Senhor Jesus pode saciá-la. A proclamação está sendo feita, com toda espontaneidade, declarando que todos os sedentos são bem-vindos. O Senhor Jesus levou em seu próprio corpo os nossos pecados, na cruz. O Salvador que sangrou, morreu e ressuscitou é a única esperança para um pecador.
      Ó, que tenhamos graça para agora vir e beber, antes que o sol se ponha, neste último dia do ano! O ato de beber representa uma recepção para a qual nenhuma adequação é requerida. O tolo, o ladrão, a prostituta podem beber. Pecaminosidade de caráter não pode impedir que alguém creia em Jesus. A boca pobre é convidada a parar e beber um profundo gole da fonte inesgotável. Lábios imundos, ressecados e leprosos podem beber da torrente de amor divino. Eles não podem contaminá-la, mas, pelo contrário, serão purificados. 
     O Senhor Jesus é a fonte de esperança. Querido leitor, ouça a voz do amável Redentor, que clama a todos nós: “Se alguém tem sede, venha a mim e beba”. (C. H. Spurgeon)

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Conhecendo um Segredo Maravilhoso - 10/12/2017

     Sermão proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevedo, do púlpito da Igreja Batista da Graça em Caruaru-PE, no domingo, Dia do Senhor, 10 de dezembro de 2017

OUVIR ou BAIXAR

Esboço da Pregação:
Tema: Conhecendo Um Segredo Maravilhoso
Texto base: Efésios 3.1-13

     1) Como Deus revelou o segredo da composição da igreja
          * Revelando-lhe o segredo (v.6);
          * Escolhendo alguém para ouvir o segredo (v.3, 5, 7-8a);
          * Dando-lhe plena compreensão desse segredo (v.2, 4);
          * Fazendo-o pagar o preço por esse privilégio (v.1).

     2) Como Deus ordenou a retransmissão desse segredo
          * Mediante a pregação do evangelho aos gentios (v.8b);
          * Mostrando-lhes a extensão do segredo (v.9);
          * Mostrando aos anjos essa sabedoria de Deus (v.10-11).

     3) Como aplicar esse segredo à vida prática
          * Sendo ousado no acesso a Deus, (v.12);
          * Considerando as tribulações como motivo de glória (v.13).

______________________________________________________

Reflexão: 
     E, ASSIM, ESTAREMOS PARA SEMPRE COM O SENHOR. (1Tessalonicenses 4.17)
     Até as mais agradáveis visitas de Cristo são breves e transitórias. Em um momento, nossos olhos O vêem e nos regozijamos “com alegria indizível e cheia de glória” (1 Pedro 1.8), porém, no momento seguinte, nosso Amado se retrai de nós. Em semelhança de uma corça ou um jovem cervo, Ele salta pelas montanhas. 
     Oh! quão agradável é pensar sobre o tempo em que não mais O contemplaremos à distância e O veremos face a face! Ele não será mais como um viajante que se demora apenas por uma noite. Ele nos envolverá eternamente no seio de sua glória! Não O veremos apenas por um pouco, mas durante milhões de anos nossos olhos surpresos, deverão vaguear sobre as belezas de nosso Senhor; E durante incontáveis eras, adoraremos as maravilhas de seu amor. 
     No céu não haverá quaisquer interrupções causadas pelo pecado ou por inquietações, nenhum choro ofuscará nossos olhos. Nenhum compromisso humano distrairá nossos pensamentos felizes. Não teremos nada a nos impedir de contemplar para sempre o Sol da Justiça, com olhos incansáveis. Oh! se é tão agradável contemplar a Jesus de vez em quando, como será agradável fitar sua face bendita para sempre, quando não teremos nenhuma nuvem se interpondo entre Ele e nós e nunca precisaremos afastar os olhos para contemplar um mundo de fadiga e miséria! 
     Dia bendito, quando amanhecerás? As alegrias do mundo real nos abandonarão logo que quiserem, pois este querer traz compensações gloriosas. Se morrer significa entrar em comunhão ininterrupta com Jesus, então, a morte é realmente lucro, e a gota escura é submergida no oceano da vitória! (C.H.Spurgeon)

Jesus Forma a Igreja com os Seus Inimigos - 03/12/2017

     Sermão proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevedo, do púlpito da Igreja Batista da Graça em Caruaru, no domingo, Dia do Senhor, 3 de dezembro de 2017.

OUVIR ou BAIXAR


Esboço da Pregação:
Tema: Jesus forma a igreja com os seus inimigos
Texto base: Efésios 2.11-22 

          1) Os gentios foram aproximados da igreja (v.11.13);
          2) Os judeus foram incluídos da igreja (v.14-18);
          3) A igreja é composta apenas de cristãos (v.19-22)

__________________________________________

Reflexão: EM TI NÃO HÁ DEFEITO – CANTARES 4.7
     Havendo declarado sua igreja positivamente repleta de beleza, nosso Senhor confirma sua apreciação por meio de uma preciosa negação: “Em ti não há defeito”. É como se o Noivo tivesse pensado que o mundo insinuaria que Ele mencionara apenas as partes agradáveis da igreja e omitido, propositadamente, as características deformadas ou corrompidas. 
     O Senhor Jesus resume tudo, declarando a beleza universal e completa da igreja, bem como a sua total ausência de mácula. Uma mancha é a menor coisa que pode deformar a beleza. Entretanto, mesmo desta pequena mancha, o crente é liberto à vista de seu Senhor. 
     Se o Senhor Jesus houvesse dito que a igreja não tem nenhuma cicatriz severa, nenhuma deformidade horrível, nenhuma úlcera mortal, poderíamos nos admirar disso. Mas quando Ele testemunha que a igreja está livre de qualquer mancha, todas estas outras formas de aviltamento estão incluídas, e a profundidade do milagre aumenta. 
     Se o Senhor Jesus houvesse prometido remover todas as manchas, agora mesmo ou no futuro, teríamos um motivo de regozijo eterno. No entanto, quando Ele fala sobre isto como algo que já foi realizado, quem pode conter as mais intensas emoções de satisfação e deleite? 
     O Senhor Jesus não tem qualquer disputa com a sua esposa. Freqüentemente ela se afasta e entristece o Espírito Santo dEle. Todavia, o Senhor Jesus não permite que os erros de sua esposa afetem o seu amor. Às vezes, Ele a repreende, mas sempre da maneira mais carinhosa e com as melhores intenções. Ele a chama “querida minha” (Cântico dos Cânticos 4.1) mesmo quando ela erra. 
     Não há qualquer recordação de nossas tolices. O Senhor Jesus não nutre pensamentos ruins sobre nós; mas, nos perdoa e ama, depois da ofensa, com a mesma afeição com que nos amava antes. Seu perdão é benéfico a nós, pois se Jesus fosse tão atento às ofensas como nós somos, como poderia Ele ter comunhão conosco? 
     Nosso querido Esposo conhece muito bem os nossos corações insensatos para que se ofenda com nossas atitudes tolas. (C.H.Spurgeon)

domingo, 3 de dezembro de 2017

Passando da Morte Para a Vida - 26/11/2017

     Sermão proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevedo, no domingo, Dia do Senhor, 26/11/2017, do púlpito da Igreja Batista da Graça em Caruaru-PE.

OUVIR ou BAIXAR

Esboço da Pregação:
Tema: Passando da Morte para a Vida
Texto Base: Efésio 2:1-10

Divisão:
     1) O Pecador Antes do Novo Nascimento
          * A sua condição é de morte espiritual;
          * A sua condição é de estar sob a ira de Deus;
          * O pecador é dirigido por forças do mal.
     2) O pecador nascido de novo
          * Como se deu o novo nascimento;
          * Quais privilégios o pecador redimido ganha.
_____________________________________

Reflexão: EU TE FORTALEÇO - Isaías 41:10
     Deus tem uma forte reserva com a qual cumprir este compromisso pois Ele é capaz de fazer todas as coisas! Crente, até que você possa secar o oceano da onipotência ou desfazer em pedaços as elevadas montanhas do poder do Altíssimo, você não precisa temer. A força do homem nunca será capaz de vencer o poder de Deus. 
     Enquanto permanecerem os enormes pilares da terra, você tem motivo para continuar firme em sua fé. O mesmo Deus que dirige a terra em sua órbita, que alimenta a ardente fornalha do sol, e arranja as lâmpadas do céu tem prometido suprir-lhe as forças todos os dias. 
     Visto que Deus é poderoso para sustentar o universo, não pense que Ele se mostrará incapaz de cumprir as próprias promessas. Lembre o que Deus fez nas gerações passadas. Lembre como Ele falou, e tudo se fez; como Ele ordenou, e logo a ordem se cumpriu. 
     Aquele que criou o mundo ficará cansado? Ele sustém o mundo sobre o nada. Aquele que faz isso será incapaz de amparar seus filhos? Será Ele desleal à sua palavra por falta de poder? Quem é o que reprime a tempestade? Não cavalga Ele nas asas do vento, não faz das nuvens suas carruagens e não segura o oceano nas palmas de suas mãos? Como Ele pode falhar para conosco? Uma vez que Deus registrou uma promessa como esta, será que por algum momento você estimulará o pensamento de que Ele não a cumprirá ou de que a realização desta promessa está além do poder dele? Não, você não deve mais duvidar. 
     Ó meu Deus e minha fortaleza, eu posso crer que esta promessa será cumprida, pois o ilimitado reservatório de tua graça nunca pode ser esgotado. O abundante estoque de tua força não pode ser esvaziado por teus amigos nem roubado por teus inimigos. Que todos os fracos sejam fortalecidos, E façam do braço de Jeová sua canção. (C. H. Spurgeon)

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Como se deu a Exaltação de Cristo? - 05/11/2017

     Sermão proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevedo, no domingo, Dia do Senhor, 05/11/2017, proferido do púlpito da Igreja Batista da Graça em Caruaru.

OUVIR ou BAIXAR

Esboço da Pregação
Tema: Como se deu a exaltação de Cristo?
Texto base: Efésios 1:20b-23

Divisão do Sermão

        Como se deu a exaltação de Cristo?

            1) Foi lhe dado o lugar de maior honra (20b);            2) Foi lhe dada superioridade sobre todos os poderes, sempre (21);
            3) Foi lhe dado domínio sobre todas as coisas, pela igreja (22-23).

___________________________

Reflexão: Expiação Limitada

     De todas as doutrinas que distinguem uma igreja sadia de uma igreja desviada da verdade, a expiação limitada é, sem dúvida, a mais notória. Crer na soberania de Deus e, portanto, em sua perfeita vontade para salvar alguns e condenar outros é algo que só se compreende pela fé que é dada pelo Espírito Santo de Deus para crer na obra vicária do Senhor Jesus. 
     Não se pode confessar verdadeiramente a fé em Deus se olharmos a expiação limitada de uma ótica humana em que todos vão para o céu. Isto porque corremos sério risco de querermos encontrar algo em nós que nos torne aptos a sermos salvos. 
     A verdadeira fé no sacrifício de Jesus vem do entendimento de que todos, sem exceção, mereciam o inferno por seus atos pecaminosos, mas Deus, para dar a conhecer a sua graça, derramou a justificação de Cristo sobre algumas pessoas. Não que estas merecessem mais que as demais, pelo contrário, eram igualmente merecedoras do inferno. Não que os condenados fossem piores do que os eleitos, mas em que dão a conhecer a justiça perfeita de Deus. 
     Por isso a salvação é pela graça para aqueles que são redimidos em Cristo Jesus (de graça para nós, mas ao custo de sua vida, para Ele). 
     Ninguém é apto para crer se do céu não lhe for concedido entendimento. E, sem fé, é impossível agradar a Deus, rendendo-Lhe louvores por sua obra em nós e por sua perfeita soberania.
Pr. Edson Rosendo de Azevedo

Igreja Batista da Graça em Caruaru-PE

terça-feira, 31 de outubro de 2017

A Reforma e a Regeneração - 29/10/2017

     Sermão proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevedo, no domingo, Dia do Senhor, 29/10/2017, proferido do púlpito da Igreja Batista da Graça em Caruaru.

OUVIR ou BAIXAR

Título: A Reforma e a Regeneração
Texto base: Efésios 2:10
     1) A doutrina da regeneração
     2) Os sinais da regeneração


A REFORMA
     Completamos 500 ano da Reforma Protestante, cujo instrumento principal usado por Deus foi o monge católico romano Martinho Lutero. 
     Ele redescobriu a doutrina central da escritura “A Justificação pela Fé”, e colocou abaixo o ensino romano de salvação pelas obras. Esse ensino da salvação pelas obras continua largamente ensinado por todas as religiões, inclusive pela maioria esmagadora dos evangélicos, que mesclam as obras com a graça, anulando assim a graça. 
     Lutero foi a estrela que Deus usou para tirar a igrejas de mil anos de trevas, e hoje precisamos de novos reformadores, pois o cenário está igual ou pior que o cenário encontrado por Lutero. Por isso, aqueles que creem nas poderosas doutrinas da graça, abram a boca e proclamem em alto e bom som que a salvação é exclusivamente pela graça soberana de Deus, e todos os pregadores arquem com as consequências de proclamarem a verdade, somente a verdade. SOLI DEO GLORIA!!
Pr. Edson Rosendo de Azevedo
Igreja Batista da Graça em Caruaru-PE

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

A Intercessão de Um Crente Maduro - 08/10/2017

     Sermão proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevedo, no domingo, Dia do Senhor 08/10/2017, do púlpito da Igreja Batista da Graça em Caruaru.

OUVIR ou BAIXAR

Esboço da Pregação:
Tema: A Intercessão de um crente maduro
Texto base: Efésios 1:16-20a

     Como é que ora, com é que intercede um crente maduro?

          1) Pede a Deus para que os crentes conheçam Jesus plenamente;
          2) Pede a Deus para que os crentes saibam qual é a esperança da sua chamada;
          3) Pede a Deus para que os crentes apreciem a glória da sua herança nos santos;
          4) Pede a Deus para que os crentes experimentem o poder do Senhor que os regenerou.

________________________________________

Reflexão: A Graça da Oração
     Uma das maravilhas do ser humano é a capacidade de comunicar-se. Gostamos de manter um diálogo sadio uns com os outros, e isso só é possível de maneira eficaz quando sabemos expressar o que pensamos e quando sabemos ouvir o outro. 
     Como cristãos também possuímos um relacionamento com Deus, e nele precisa haver comunicação. Deus fala conosco através da Escritura, pela ação do Espírito Santo em nós. E nós nos comunicamos com Ele por meio da oração (com súplicas, humilhação e sincero arrependimento). É por este canal de comunicação com Deus que derramamos todo nosso ser a Ele, reconhecendo a nossa pequenez e a Sua Grandeza. Nossa condição de servo e Sua condição de Soberano Senhor. Nossa total dependência dEle e sua maravilhosa Graça e Misericórdia sobre nós. 
     Deus se satisfaz quando temos uma vida de intensa comunhão com Ele na leitura da Palavra e na oração e quando demonstramos isso no modo como nos dirigimos a Ele em nossas súplicas. Por isso é necessário que estejamos sempre cheios da Palavra, a fim de que possamos falar segundo a vontade de Deus e, Ele ouça a nossa oração na pessoa do Senhor Jesus e nos dê de Sua graça abundante. 
     Ó Deus, ensina-nos a orar como convém, pelo teu Espírito em nós, diariamente!
Pr. Edson Rosendo de Azevedo
Igreja Batista da Graça em Caruaru-PE

domingo, 1 de outubro de 2017

As Bênçãos Espirituais - 4ª Parte - 6ª Bênção - 24/09/2017

     Sermão proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevedo, no domingo, Dia do Senhor, 24/09/2017, do púlpito da Igreja Batista da Graça em Caruaru;

OUVIR ou BAIXAR

Esboço do Sermão
Tema: As Bênçãos Espirituais
Sub-tema: O Espírito Santo dado aos crentes?
Texto base: Efésios 2:13-15
Divisão:
Como o Espírito Santo é dado aos crentes?
          1 – Ele dá a salvação ao pecador:
     * Criando a oportunidade de ouvir a pregação;
     * Abrindo o coração para que ele creia.

     2 – Ele é o selo da salvação do pecador:
          * Ele significa autenticidade;
          * Ele significa propriedade;
          * Ele significa proteção.


     3 – Ele conduz o pecador a praticar a salvação:
          * Instruindo-lhe na fé legítima;
          * Concedendo-lhe amar.

_____________________________________

REFLEXÃO: O Espírito Santo Dado em Nós

     Deus é triúno. E a sua trindade nos deu as pessoas do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Este nos foi dado como Consolador e Instrutor dos ensinamentos da Palavra de Deus, guiando-nos sobre como devemos viver de modo digno do Evangelho ao qual fomos chamados pelo Pai e salvos pelo Filho. 
     É o Espírito Santo que nos impulsiona a conhecer a Deus, quem nos traz para adoração solene no Dia do Senhor, quem nos santifica dia após dia quando O buscamos em oração e estudo sistemático das Escrituras. 
     Por meio da ação do Espírito Santo em nós, somos impelidos a não somente crescer na graça, mas estender os benefícios desta mesma graça às pessoas ao nosso redor. Por isso que vamos e pregamos o Evangelho aos perdidos. 
     Pela obra do Espírito Santo fomos iluminados quando jazíamos na escuridão das trevas do pecado. E por causa desta obra grandiosa, o Pai nos deixou claro que a blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada, isto significa que jamais devemos negar a Sua obra em nós, pelo contrário, devemos manifestar toda nossa gratidão, honra e louvor por Deus, na pessoa do Espírito Santo, estar conosco todos os dias da nossa vida, até a consumação dos séculos. 
     Glória a Deus que nos deu o Seu Espírito que nos assiste diariamente!
Edson Rosendo de Azevedo
Igreja Batista da Graça em Caruaru-PE

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

As Bênçãos Espirituais - 3ª Parte - 17/09/2017

     Sermão proferido pelo Pr. Edson Rosendo de Azevedo, no domingo, Dia do Senhor, 17/09/2017, do púlpito da Igreja Batista da Graça em Caruaru-PE.

OUVIR ou BAIXAR

Esboço da Pregação
Tema: As bênçãos espirituais - 3ª Parte
Texto Base: Efésios 1: 11-12


     Os crentes foram feitos herdeiros de Deus
          1) Tornamo-nos herdeiros através de Cristo,
          2) Tornamo-nos herdeiros segundo a decisão de Deus, o Pai,
          3) Tornamo-nos herdeiros para servirmos à glória de Deus.
____________________

Reflexão: Quem Éramos... Quem Somos
     Deus decretou, na eternidade, todas as coisas que iriam acontecer no tempo para a Sua glória. Após o Seu decreto, Ele providenciou todas as coisas para que os Seus planos fossem executados na história. Os meios são diversos, desde o Seu falar (como na criação do mundo) até a providência de todas as coisas que acontecem em nossa vida, todos os dias. 
     Mas o poder de Deus é tão grande que, como a Confissão de Fé Batista de 1689 bem expressa, Ele também age na história sem os meios, acima dos meios e até contra os meios. De toda forma os Seus intentos são cumpridos porque Ele é soberano sobre todas as coisas e tudo faz como Lhe apraz. 
     Crer na providência de Deus significa descansar em Seus propósitos. Confiar que Ele cuida de todos os aspectos da vida de um modo perfeito, bom e agradável que redundará em glória ao Seu nome e bênçãos ao Seu povo – a Igreja. 
     É não viver ansioso/a com as circunstâncias adversas, mas saber que Ele governa de modo infinitamente mais glorioso do que supõe a nossa mente finita. É descansar em Suas promessas, deleitando-se nEle, confiadamente. 
     Cresçamos em conhecer o Senhor e confiar em Sua providência, rendendo-Lhe graças por todos os Seus feitos para conosco, porque Ele é bom e a Sua misericórdia dura para sempre.
Pr. Edson Rosendo de Azevedo
Igreja Batista da Graça em Caruaru-PE